musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - HINO DE ALIANçA - PE - HINOS DE CIDADES - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Hino de Aliança - PE letra


Ó cidade onde o mar acende o cais
de uma estrela de ruas: Aliança
tu recuas da mata e o verde avança
com a bandeira dos teus canaviais.

Eis que um tempo de engenho, avós e pais,
vêm do branco, do negro e do tupi,
o futuro é agora e é aqui
no passado presente na memória desta terra onde o povo escreve a história
sobre as águas do Rio Siriji.

Deus te deu a natureza
livre de cercas e redes; o branco de um rio-nuvem
o azul de um céu sem paredes o amarelo dos canários
e os verdes das canas verdes.

Amanhece um dia em cada ano
sob o fogo no pássaro solar, quando a noite abre o peixe do luar
brilham chuvas de escamas no oceano que tem arcos e flechas: Laureano,
onde o verde de azul na luz se veste e da praia-sertão à mata-agreste.
Macujê, Tupaoca, Upatininga, do bagaço espremido pela Usina
onde o pranto é suor, sangue é Nordeste.

Deus te deu a natureza
livre de cercas e redes; o branco de um rio-nuvem
o azul de um céu sem paredes o amarelo dos canários
e os verdes das canas verdes.

Tu que vens da montanha e sua Chã
como uma onda de homens que se lança dos irmãos aliados de Aliança,
Chã do Esconso e Caueiras no amanhã tens a paz por destino e sua clã
de silêncio em teus muros, ó cidade, mas na hora em que a Pátria é a verdade
os teus lábios se rompem contra a voz que guardada no peito é mais feroz
e lutar por um nome: Liberdade.

Deus te deu a natureza
livre de cercas e redes; o branco de um rio-nuvem
o azul de um céu sem paredes o amarelo dos canários
e os verdes das canas verdes.

Hinos de Cidades - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br